Terça, 20 de Agosto de 2019

O Repórter

Morre aos 82 anos Marlene Matheus, ex-presidente do Corinthians

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 02 de julho de 2019 às 20:30
Reprodução
Marlene foi presidente do Corinthians entre 1991 e 1993

SÃO PAULO (OREPORTER.COM) - Morreu nesta terça-feira (2), aos 82 anos, a dirigente esportiva Marlene Matheus. Ela foi presidente do Corinthians entre 1991 e 1993, sendo a única mulher que comandou o clube paulistano.

Marlene era viúva de Vicente Matheus, um dos mais célebres presidentes do Corinthians. Foi casada com Vicente de 1968 até a morte do dirigente, em 1997. 

No Corinthians, Marlene era ativa desde a década de 1970. Acabou parando na presidência do Corinthians em 1991, quando Vicente não pôde concorrer à reeleição pelo clube - o dirigente acumulou oito mandatos não consecutivos, de 1959 a 1991. 

Marlene virou o símbolo do fim da Era Vicente Matheus no clube. A partir de 1993, iniciaria o período comandado por Alberto Dualib, qe deixou a presidência do Timão em 2007.

Ainda assim, Marlene não deixou a vida social no Corinthians. Fez parte do CORI - Conselho de Orientação do clube e integrou o Colselho Deliberativo do clube em 2007, quando apoiou a eleição de Andrés Sanchez à presidência do Corinthians. Integrou a gestão Sanchez como vice-presidente social, mas deixou o cargo por desvenças com o presidente. Na eleição do ano passado, apoiou a candidatura de Roque Citadini, que ficou em segundo lugar.

O Sport Club Corinthians Paulista divulgou uma nota lamentando o falecimento de Marlene Matheus:

"Hoje nos despedimos da única presidente mulher da nossa história até aqui. Obrigado pelo amor incondicional e pela gigantesca contribuição, Dona Marlene Matheus. Descanse em paz".

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: