Terça, 13 de Abril de 2021

O Repórter

Morre aos 84 anos o cantor Agnaldo Timóteo

Artista também foi vereador e deputado federal

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 03 de abril de 2021 às 15:57 (Atualizada em 03 de abril de 2021 às 17:28)
Divulgação
Agnaldo Timóteo tinha 84 anos

RIO (OREPORTER.COM) - Morreu neste sábado (3), aos 84 anos, o cantor Agnaldo Timóteo. Ele estava em tratamento contra a Covid-19 na UTI do Hospital Casa São Bernardo, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste,estando internado desde o dia 17 de março.

Agnaldo Timóteo chegou a receber a vacina contra o coronavírus, mas foi diagnosticado com a doença após sentir-se mal. No dia 27, o cantor precisou ser intubado para prosseguir com o tratamento de maneira mais segura.

Nascido em Caratinga, em Minas Gerais, Agnaldo Timóteo. Desde os anos 1950 buscava oportunidades para cantar, conseguindo espaço nas rádios de Minas Gerais. Mas foi no Rio de Janeiro que o cantor conseguiu se projetar. Conseguiu gravar seu primeiro disco em 1961, mas ainda sem muito êxito. 

A partir de 1965 passou a ficar mais conhecido no meio musical. Em 1967 emplacou a canção "Meu Grito". Já em 1975 lançou  "A Galeria do Amor", um de seus maiores sucessos. 

Além de cantor, Agnaldo Timóteo também foi político. Em 1982, elegeu-se deuitado federal pelo Rio de Janeiro ao concorrer pelo PDT. Rompeu com o grupo político de Leonel Brizola e migrou para o Partido Democratico Social (PDS, atual PP - Progressistas). Pela legenda, foi candidato ao governo do Rio de Janeiro em 1986, mas não conseguiu se eleger.

Foi reeleito deputado federal em 1994, mas preferiu migrar para a Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, onde foi eleito em 1996. Migrou para São Paulo e foi eleito vereador em 2004, conquistando a reeleição em 2008. Tentou ser deputado federal em 2010, mas sem se eleger. Sua última aparição na política foi em 2016, quando foi candidato a vereador no Rio de Janeiro.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: