Quarta, 01 de Dezembro de 2021

O Repórter

Não há democracia se existe fome, diz papa Francisco

Pontífice voltou a alertar para crescimento da desigualdade

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação - 02 de outubro de 2021 às 10:22 (Atualizada em 02 de outubro de 2021 às 10:24)
Ansa
Papa Francisco durante audiência geral no Vaticano

VATICANO (ANSA) - Em mensagem em vídeo para um comitê de juízes da Argentina, o papa Francisco alertou que "não existe democracia" se a população está com fome e que não há "justiça na desigualdade".

A mensagem foi enviada ao diretório argentino do Comitê Pan-Americano de Juízes pelos Direitos Sociais e a Doutrina Franciscana, e seu teor foi revelado pelo portal Vatican News.

"Não existe democracia com a fome, não há desenvolvimento com pobreza, e ainda menos, justiça na desigualdade", disse o pontífice, exortando os juízes a buscar sempre "o bem do país".

"Elevados níveis de pobreza são o indicador mais claro da injustiça distributiva que prevalece no mundo. A periferia cresce, e o centro do poder, da riqueza, se restringe cada vez mais. Em outras palavras, a maior parte do dinheiro e das oportunidades beneficia alguns poucos", acrescentou.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: