Segunda, 16 de Setembro de 2019

O Repórter

Número de novas empresas tem crescimento recorde em 2019

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 20 de agosto de 2019 às 15:30

RIO (OREPORTER.COM) - O número de novas no primeiro semestre de 2019 teve um crescimento de 20% em relação ao mesmo período do ano anterior. Segundo um estudo da Serasa Experian de Nascimento de Empresas foram registrados 1.515.715 novos empreendimentos durante a primeira metade deste ano, o maior número apresentado desde o início da série histórica, iniciada em 2010. No período equivalente a de 2018, houve 1.262.935 de novos negócios.

O total de setores que mais cresceram de janeiro a junho deste ano foram Serviços de Alimentação (8,3%), Serviços de Higiene e Embelezamento Pessoal (7,5%) e Reparos e Manutenções de Prédios e Instalações Elétricas (7,0%).

Para o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, os setores que tiveram maior número de novas empresas foram aqueles nos quais o custo de abrir um negócio é mais baixo. "Com o desemprego, as pessoas buscam alternativas para gerar renda, que necessitem de pouco investimento para equipamentos, por exemplo, ou que não precisam de ponto comercial", disse.

A maior parcela de novos negócios em junho deste ano são dos Microempreendedores Individuais (MEIs), que cresceram 21,5% no comparativo entre o mesmo mês em 2018. São cerca de 40 mil novos empreendimentos. No primeiro smestre, o acumulado mostrou 1.243.182 novos MEIs no primeiro semestre, compreendendo 82% do total de novas empresas e uma variação de 20,3% se comparado com ano passado. Até o momento, as sociedades limitadas representaram 6,7%, enquanto as empresas individuais tiveram uma participação de 5,8%.

Em relação aos índices locais, todas as regiões obtiveram crescimento. A Região Norte teve um aumento de 23,6% de novos negócios, seguido pelo Sudeste (21,4%). Todas as outras Regiões também avançaram: Sul, com 18,4%; o Nordeste, com 18,0% e Centro-Oeste com 17,3%. O estado que teve maior crescimento entre 2018 e 2019 foi Rondônia, com 35% de novos negócios, seguido por Amapá (33,7%), Acre (26,2%) e São Paulo (25,8%). O Rio de Janeiro eve 16,5% de aumento de novos negócios.

No acumulado dos seis primeiros meses, o Sudeste possui 53,1% dos novos negócios, sendo a região com maior representatividade no País, seguida pelo Sul (17,4%), Nordeste (16%), Centro-Oeste (8,0%) e Norte (4,6%).

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: