Sábado, 04 de Julho de 2020

O Repórter

Papa inaugura clínica de reabilitação no Rio de Janeiro

Ele chamou traficantes de `mercadores da morte´ na ocasião

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 24 de julho de 2013 às 19:58

RIO DE JANEIRO (ANSA) -  De volta ao Rio de Janeiro, após visitar Aparecida do Norte, o papa Francisco disse, em visita ao Hospital São Francisco de Assis, na Tijuca, que não é descriminalizando as drogas que o problema da dependência terá fim e chamou os traficantes de "mercadores da morte".

"Frenquentemente, na nossa sociedade, o que prevalece é o egoísmo. É necessário enfrentar os problemas que estão na raiz do uso das drogas", disse o Papa. O religioso acrescentou que é preciso combater o problema em sua raiz, educando os jovens e acompanhando aqueles que estão em dificuldades.

"O Senhor está ao lado de vocês. Olhe para ele no momento mais duro. E confie também no amor materno de Maria, sua mãe", acrescentou o Pontífice.

Ele ainda reiterou a mensagem pregada em uma missa no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, que "não são os símbolos do mundo", como dinheiro, "a verdadeira riqueza", que essas coisas não trazem "a verdadeira alegria, mas sim seguir a cristo". Ele citou como exemplo a história de São Francisco de Assis, que deixou os bens materiais para seguir a Deus.

Francisco ainda mandou uma mensagem aos italianos presentes na Jornada Mundial da Juventude (JMJ). "Confiem em Cristo, o escutem, o sigam, ele é nossa esperança. Amanhã, em Copacabana, será uma oportunidade para aprofundar esta verdade".

O centro de reabilitação inaugurado pelo discurso do Papa foi realizado com a ajuda financeira de entidades religiosas italianas. 

Tags:
Papa Francisco
  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: