Quarta, 19 de Janeiro de 2022

O Repórter

Papa lamenta mortes em desabamento na Itália

Tragédia fez 7 vítimas e deixou 2 desaparecidos

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação - 14 de dezembro de 2021 às 09:39 (Atualizada em 14 de dezembro de 2021 às 09:40)

VATICANO (ANSA) - O papa Francisco lamentou nesta terça-feira (14) as mortes em uma explosão provocada por um vazamento de gás em Ravanusa, na Itália, que deixou sete mortos e dois desaparecidos.

Em telegrama ao arcebispo de Agrigento, Alessandro Damiano, o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, diz que o "santo padre deseja fazer chegar aos parentes dos mortos a expressão de seu luto e sentimentos de intensa participação na dor de toda a população".

"O papa Francisco, que leva no coração o sofrimento de tantas pessoas, causado também pelos grandes danos econômicos que pesam sobre muitos, pede ao senhor [ao arcebispo] que se faça intérprete de sua sentida vizinhança, assegurando sua oração de sufrágio pelas vítimas", diz o telegrama.

Além disso, Jorge Bergoglio elogia as equipes de resgate que continuam procurando os dois desaparecidos, bem como as ações de caridade organizadas pela Arquidiocese de Agrigento para os afetados pela explosão.

A tragédia ocorreu no último sábado (11), provavelmente em função de um acúmulo de gás provocado por um vazamento, e destruiu completamente um edifício de quatro andares, além de ter danificado vários outros.

Sete corpos já foram retirados dos escombros, incluindo o de uma mulher grávida de nove meses, Selene Pagliarello, que daria à luz na próxima semana.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: