Sábado, 24 de Outubro de 2020

O Repórter

Paulo Borrachinha é derrotado por Israel Adesanya em luta por cinturão no UFC

O brasileiro tentava ser o campeão dos médios da categoria

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 27 de setembro de 2020 às 02:00 (Atualizada em 27 de setembro de 2020 às 02:57)
Divulgação/UFC
Israel Adesanya manteve o título dos médios do UFC

ABU DHABI, EAU (OREPORTER.COM) - Em um esperado duelo de invictos no Ultimate Fighting Championship, Israel Adesanya levou a melhor sobre Paulo Borrachinha e venceu a luta principal do UFC 253, realizado na "Ilha da Luta", nos Emirados Árabes. O nigeriano venceu por nocaute, no segundo assalto.

Adesanya fazia a sua segunda defesa de cinturão como campeão linear da categoria. O nigeriano apostou no chutes baixos e mantinha uma distância segura sobre o brasileiro, que tentava chutar o oponente. Borrachinha provocava, abaixando a guarda diante do oponente. Adesanya manteve o controle e seguiu melhor até o fim do assalto.

No segundo round, manteve os chutes baixos e seguiu com o seu ritmo. Até que o nigeriano passou a encaixar os golpes com mais facilidade, fazendo o brasileiro cair. No ground and pound, o nigeriano continuou a mandar fortes golpes até a interrupção do árbitro.

Adesanya ampliou sua invencibilidade para 20 lutas. Já Borrachinha perdeu pela primeira vez na carreira.

Destaques

O UFC 253 ainda teve a disputa pelo título vago dos meio-pesados do UFC. O polonês Jan Blachowicz derrotou o norte-americano Dominick Reyes por nocaute e faturou o cinturão. O título estava sem um detentor porque Jon Jones decidiu abrir mão do posto para negociar uma subida de categoria.

Reyes começou a luta com jabs e chutes baixos em um primeiro round com bastante estudo. No segundo assalto, o polonês passou a aplicar golpes mais duros, até que ele conseguiu atingir o rosto do adversário, que caiu de vez, No ground and pound, Blachowicz continuou o trabalho até faturar o título.

Com a derrota de Borrachinha, o nome brasileiro no card principal do evento foi Ketlen Vieira. Com um bom domínio nas quedas, ela venceu a norte-americana Sijara Eubanks na decisão dos jurados, por um triplo 30-28.

No card preliminar, Alex Leko perdeu para Brad Riddell por decisão do júri. Já Danilo Marques passou por Khadis Ibragimov nas papeletas.

Resultados

CARD PRINCIPAL 

Israel Adesanya venceu Paulo Borrachinha por nocaute técnico aos 3m59s do 2º round

Jan Blachowivz venceu Dominick Reyes por nocaute técnico aos 4m36s do 2º round

Brandon Royval venceu Kai Kara-France por finalização aos 48s do 2º round

Ketlen Vieira venceu Sijara Eubanks por decisão unânime (triplo 29-28)

Hakeem Dawodu venceu Zubaira Tukhugov por decisão dividida do júri (28-29, 30-27 e 29-28)

CARD PRELIMINAR

Brad Riddell venceu Alex Leko por decisão unânime (triplo 29-28)

Jake Matthews venceu Diego Sanchez por decisão unânime (triplo 30-26)

Ludovit Klein venceu Shane Young por nocaute a 1m16s do 1º round

William Knight venceu Aleksa Camur por decisão unânime do júri (29-28, 30-27 e 30-27)

Juan Espino venceu Jeff Hughes por finalização aos 3m48s do 1º round

Danilo Marques venceu Khadis Ibragimov por decisão unânime do júri (29-28, 29-28 e 30-27)

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: