Quinta, 21 de Março de 2019

O Repórter

Porta-bandeira da Portela, Lucinha Nobre volta à Sapucaí após quatro notas dez

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Rafael Max - 10 de março de 2019 às 15:33
Rafael Max/OReporter.com
Lucinha Nobre, porta-bandeira da Portela

RIO (OREPORTER.COM) - A Portela voltou à Marquês de Sapucvaí para o desfile das campeões com o quatro lugar conquistado. Com o enredo "Na Madureira moderníssima, hei sempre de ouvir cantar uma sabiá", desenvolvido por Rosa Magalhães, a escola homenageou a artista Clara Nunes.

Quem comemorou bastante o resultado foi Lucinha Nobre, porta-bandeira da azul e branco. Ela ajudou a agremiação ao le3var quatro notas dez ao lado do parceiro Marlon Lamar e fez questão de elogiar o trabalho de toda a comunidade.

"Resultado de muito trabalho. Foi um ano difícil para as escolas, para a Portela não foi diferente. Mas a gente viu o trabalho da comissão de frente ser desenvolvido com muita garra, a bateria, a escola de samba como um todo, a comunidade muita aguerrida que ensaia muito, corre muito atrás. Estou muito feliz em ter podido ajudar. A gentetrabalha para dar 40, mas o 40 não vem. Esse ano veio e estou feliz e emocionada", declarou.

Para chegar a essa avaliação, foram meses de muito trabalho. Lucinha contou como é a preparação para chegar com disposição na AVenida e fazer bonito diante dos jurados

"Todo dia um poquinho. Academia, aula de boxe, teve aula de afro com a comissão de frente. Análise com piscólogo, a base familiar também é importante, fé em Deus e vamos que vamos", contou Lucinha, que falou também sobre a fantasia. "Essa aqui especificamente não ficou pesada esse ano. Tam anos que rola, mas Deus abenççou e essa fantasia está levinha".

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: