Quinta, 24 de Setembro de 2020

O Repórter

Procon Carioca notifica 13 lojas durante semana do Dia dos Pais

Entre as irregularidades está a falta de preços nos produtos das prateleiras

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 10 de agosto de 2020 às 15:40 (Atualizada em 10 de agosto de 2020 às 18:21)
Divulgação

RIO (OREPORTER.COM) - O Procon Carioca, órgão da Prefeitura do Rio de Janeiro fez uma de fiscalizações na semana do Dia dos Pais. Foram 17 fiscalizações, com 13 lojas. Irregularidades diversas foram encontradas, como a falta da apresentação de documentos importantes de garantia à saúde e segurança do consumidor, além da falta de preços nos produtos das prateleiras. A Foxton, no Shopping Tijuca, foi notificada por não apresentar os Certificados do Corpo de Bombeiros, de Dedetização, de Potabilidade da água e de Licenciamento Sanitário. 

Também no Shopping Tijuca, a Taco e a Aleatory foram notificadas pela ausência do Certificado de Dedetização; e a Public House, pela falta dos Certificados do Corpo de Bombeiros, de Dedetização e de Licenciamento Sanitário.

No Nova América, os fiscais notificaram a Leader por falta do Certificado de Dedetização; a Aviator, por não apresentar o Certificado do Corpo de Bombeiros; a C&A e a Riachuelo, por falta de precificação em alguns produtos.

No Barra Shopping, a Hering foi notificada pela ausência dos Certificados do Corpo de Bombeiros, de Dedetização e pela falta de precificação nos manequins.

Os fiscais notificaram, ainda, a Barber Shop Rio e a Luidgi, no Shopping Rio Sul, por não apresentarem os Certificados do Corpo de Bombeiros Se de Dedetização. E, no Centro, a Riachuelo foi notificada pela falta do Certificado de Dedetização.

Segundo o presidente do Procon Carioca, Benedito Alves, todas as lojas notificadas já tinham sido orientadas. “Antes de os fiscais notificarem essas empresas, eles fizeram visitas orientando sobre as regras. Mesmo assim, encontraram 13 com irregularidades. E o pior é que, na maioria dos casos, são problemas que mexem com a saúde e a segurança do consumidor, o que é inaceitável”, disse Benedito Alves.

As empresas têm dez dias para apresentar defesa ao Procon Carioca e poderão ser multadas.

Saiba mais

Fique por dentro das notícias do Rio de Janeiro seguindo as nossas redes sociais. Estamos no Facebook , no Instagram, no Twitter e no Telegram. Você também pode falar conosco pelo nosso WhatsappOREPORTER.COM, Informação de verdade na Internet.

 

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: