Terça, 22 de Outubro de 2019

O Repórter

Qualquer muralha desaba diante da oração

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 30 de julho de 2019 às 11:30 (Atualizada em 30 de julho de 2019 às 13:27)

Por Monsenhor Jonas Abib*

O Senhor nos mostra que o mais importante, em qualquer situação, é a oração. Muitas vezes, diante de uma dificuldade em nossa vida, em nossa casa, no casamento, no trabalho ou financeira, desanimamos e nos afastamos de Deus.

Assim como o Senhor ensinou Arão, Hur e Josué, Ele quer nos ensinar que a verdadeira vitória se consegue no campo da oração. “Enquanto Moisés mantinha a mão levantada, Israel vencia, mas quando abaixava a mão, vencia Amalec” (Ex 17,11).

Somos envolvidos por um mundo espiritual, e não nos damos conta de que nossos problemas não são de ordem natural. O poder das trevas quer subjugar os filhos de Deus, investindo pesado e causando divisão, revolta, discórdia… Não é contra o homens de carne e osso que lutamos, mas contra as autoridades, as potestades, os espíritos maus que estão nos ares para derrotar os filhos de Deus. E, em uma batalha espiritual, precisamos lutar com armas espirituais e nos revestirmos de Deus.

Qualquer muralha desaba diante da oração fervorosa e persistente. O povo judeu perseverou na oração durante todos os dias e, com as trombetas, já proclamava antecipadamente a vitória do Senhor. A experiência demonstra que, por meio da oração, as dificuldades são resolvidas.

Muitas pessoas descobriram a força da intercessão e foram diante do trono da graça pedir a intervenção divina. É preciso, com insistência, fazer chegar ao céu o nosso clamor, assim como Moisés, que só desceu do monte quando o povo judeu derrotou os amalecitas. “Quem reza se salva. Quem não reza, certamente se condena” (Santo Afonso de Ligório).

Seu irmão,
Monsenhor Jonas Abib

*Fundador da Comunidade Canção Nova, presidente da Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação, em Cachoeira Paulista (SP) e reitor do Santuário do Pai das Misericórdias. É um dos religiosos que mais se destacou utilizando os meios de comunicação na ação evangelizadora da Igreja Católica, na América Latina. Autor de 57 livros, CDs e DVDs, além de várias palestras em áudio e vídeo.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: