Terça, 22 de Junho de 2021

O Repórter

Rádio em FM estendido já está no ar no Rio de Janeiro

Primeira emissora a ocupar a sintonia é a Rádio Nacional

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 07 de maio de 2021 às 10:15 (Atualizada em 08 de maio de 2021 às 00:13)
Pixabay
O rádio ganhou sintonia na faixa estendida em FM

RIO (OREPORTER.COM) - Faixa destinada às emissoras AM, o FM estendido já pode ser sintonizado desde esta quinta-feira (6). No Rio de Janeiro, a Rádio Nacional já ocupa os 87,1 MHz.

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) também ocupa os dials do FM estendido de São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Recife todas na frequência 87,1 MHz. Com exceção da capital federal, as cidades ouvem o sinal da Rádio Nacional de Brasília. Já no Distrito Federal, a sintonia é ocupada pela Rádio MEC.

Ainda nesta sexta-feira (7) outras emissoras começam a entrar no ar em caráter científico. Operante nos 1040 kHZ em São Paulo, a Rádio Capital passa também a estar em 77,5 MHz no dial estendido. Também na capital paulista, a Rádio Cultura Brasil 1200 kHz será sintonizada em 77,9 MHz. Em Recife, a Rádio Jornal 780 kHz tambem estará em 76,1 MHz. Já a Rádio Liberdade 970 kHZ de Porto Alegre ficará disponível em 83,3 MHz.

A migração para a faixa FM acontece desde a assinatura do decreto 8.139/13, da presidente Dilma Rousseff, em 7 de novembro de 2013. Foi a solução encontrada para as rádios AM que são prejudicadas por causa da interferência e ruídos, principalmente nas árteas urbanas. Em várias cidades do país, a migração aconteceu na faixa convencional, de 87,7 até 107,9 MHz. Já para as grandes capitais, serái utilizada a faixa estrendida, de 76.1 MHz até 87.5 MHz, por causa da falta de espaço no FM convencional.

Saiba mais sobre as transmissões em FM estendido:

O que é o FM estendido?

O FM estendido é a faixa que vai de  76.1 MHz até 87.5 MHz. Ela foi possível de ser aberta por causa do desligamento do sinal analógico de TV nos canais 5 e 6.

Essa faixa é reservada aos canais AM que optaram pela migração para a faixa FM, nas capitais e áreas metropolitanas onde já não há espaço para a faixa convencional. 

Como ouvir emissoras de rádio em FM estendido?

Em aparelhos que tem a faixa de televisão já e possível ter acesso a sintonia de FM estendido. Em celulares, há modelos em que dá para selecionar a banda de sintonia. Geralmente, esses aparelhos estão selecionados para a banda América do Sul, será possível sintonizar frequências que vão de 76 a 90 MHz, justamente a faixa estendida de FM.

Ao menos desde 2019, os aparelhos de rádios produzidos na Zona Franca de Manaus já são fabricados com a sinotnia estendida em FM. Assim como os aparelhos de rádios instalados em automóveis.

FM estendido no Rio de Janeiro

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou o ato 2739/2021, confirmando os canais que estarão disponíveis na cidade do Rio de Janeiro na faixa estendida de FM, além de cidades como Curitiba e Belo Horizonte. Já em Florianópolis, Baixada Santista, Grande Curitiba, Grande Belo Horizonte e Florianópolis foram confirmadas frequências no FM convencional, assim como a Região Serrana do Rio de Janeiro.

Com a efetivação dessas frequências, as emissoras dependem agora da Anatel e do Ministério das Comunicações para entrarem no ar.

Na cidade do Rio de Janeiro, estão reservadas as seguintes frequências: 76,1 (classe E2), 77,3 (A4),  77,7 (E2), 78,1 (A4), 78,9 (A4), 80,5 (A3), 81,3 (A2), 82,1 (A2), 82,9 (A1), 83,7 (A1), 84,5 (E3), 84,9 (E2), 85,3 (E2) e 85,7 (E2). Em Petrópolis, foram reservados os canais 96,9 (A4) e 101,7 (C), ambos na faixa convencional.

Antes, em março, a Anatel já havia publicado um ato efetivando canais de FM estendido para a Região Metropolitana do Rio, além de cidades como Salvador e Recife. 

Para a Região Metropolitana, foram reservadas as seguintes frequências: 82,5  (classe A4 em Duque de Caxias), 76,5 (classe E3 em Niterói), 76,9 (classe A1 em Niterói), 81,7 (classe A1 em São Gonçalo) e 80,9 (classe A4 em São João de Meriti).

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: