Sábado, 04 de Abril de 2020

O Repórter

Ronaldo Jacaré aplica nocaute em Chris Weidman e triunfa no UFC 230

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 04 de novembro de 2018 às 06:28 (Atualizada em 04 de novembro de 2018 às 06:43)

#MMA #UFC | O brasileiro Ronaldo Jacaré aplicou um nocaute brutal sobre Chris Weidman no #UFC230 - https://bit.ly/2RAOIS8 Foto: Divulgação

Publicado por O REPÓRTER.COM em Domingo, 4 de novembro de 2018
Divulgação/UFC

NOVA YORK, EUA (OREPORTER.COM) - O brasileiro Ronaldo Jacaré brilhou no co-main event do UFC 230, realizado no Madson Square Garden, nos Estados Unidos. O capixaba derrotou o americano Chris Weidman com um forte nocaute no terceiro assalto, o que pode garantir uma subida no ranking dos médios.

No octógono, o duelo foi disputado praticamente na trocação. Weidman começou melhor, chegando a causar um sangramento no nariz do brasileiro. Ainda assim, Jacaré conseguiu aplicar seus golpes durante o primeiro assalto.

A partir do segundo round, as coisas começaram a esquentar. Os dois lutadores passaram a trocar golpes mais duros, não deixando o ritmo da luta cair em nenhum momento.

Foi no terceiro assalto que Jacaré liquidou a fatura. Um cruzado de direita na cabeça de Qeidman demoliu o oponente, decretando o nocaute de imediato.

Jacaré voltou a vencer após ter perdido para Kelvin Gastellum, em maio. Já weidman, ex-campeão dos médios do UFC, acumulou sua quarta derrota em cinco lutas.

Cormier defende título

Na luta principal do UFC 230, Daniel Cormier manteve o título dos pesados do Ultimate Figihting Championship ao vencer Derrick Lewis. O "DC" foi superior no duelo de chão, dominando no ground and pond durante o primeiro assalto. Já no round seguinte, Cormier pegou as costas do oponente e encaixou o mata-leão, finalizando o duelo.

Com a vitória, Cormier segue campeão simultâneo dos pesados e meio-pesados. Além disso, ele se torna o primeiro lutador do UFC a conseguir defender títulos em duas categorias diferentes.

Todos os resultados

Daniel Cormier venceu Derrick Lewis por finalização (mata-leão) aos 2m14s do 2º round;

Ronaldo Jacaré venceu Chris Weidman por nocaute técnico aos 2m46s do 3º round;

Jared Cannonier venceu David Branch por nocaute técnico aos 39s do 2º round;

Karl Roberson venceu Jack Marshman por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-27);

Israel Adesanya venceu Derek Brunson por nocaute técnico aos 4m51s do 1º round;

Jordan Rinaldi venceu Jason Knight por decisão unânime (30-27, 30-25, 30-26);

Sijara Eubanks venceu Roxanne Modafferi por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27);

Sheymon Moraes venceu Julio Arce por decisão dividida (29-28, 28-29, 30-26);

Lyman Good venceu Ben Saunders por nocaute a 1m32s do 1º round;

Matt Frevola e Lando Vannata tiveram um empate majoritário (29-28, 28-28, 28-28);

Shane Burgos venceu Kurt Holobaugh por finalização (chave de braço) aos 2m11s do 1º round;

Marcos Rogerio de Lima venceu Adam Wieczorek por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27).

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: