Sexta, 03 de Dezembro de 2021

O Repórter

Seleção feminina de goalball tenta chegar ao pódio nos Jogos Paralímpicos

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 19 de agosto de 2021 às 16:09 (Atualizada em 19 de agosto de 2021 às 17:28)
Ale Cabral/CPB
Equipe brasileira de goalball se prepara para os Jogos Paralímpicos

TÓQUIO, JAP (OREPORTER.COM) - A seleção brasileira feminina de goalball busca melhorar o desempenho nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Em 2016, no Rio de Janeiro, a equipe terminou em quarto lugar, o que motiva o atual grupo na busca por um pódio inédito na competição.

Em Tóquio, o time mistura estreantes com nomes experientes. Carol Duarte, de 34 anos, vai para a sua quarta edição de Jogos Paralímpicos, enquanto que Monize, de 23, faz a sua primeira participação.

"Na Rio 2016, tínhamos um grupo de cinco atletas com participações em Paralimpíadas. Desta vez, temos apenas duas, que terão um papel importante em passar toda a experiência vivida e o conhecimento para as companheiras sobre como jogar bem num evento desse porte", destaca o técnico Dailton Nascimento. "De qualquer forma, temos em quase todo o grupo atletas que participaram de campeonatos mundiais, Parapan-Americanos e torneios internacionais, então, acreditamos que isso nos proporcione um equilíbrio", completa.

Carol disputa comeptições de goalball desde a edição de Atenas em 2004. A jogadora espera passar a sua experiência para que as novatas se sintam confiantes no torneio.

 "Desde 2017, a gente vem nessa renovação de atletas com as entradas da Jéssica, da Moniza. Depois, vieram Gaby e, agora por último, a Kátia. A gente sempre procura passar nossa experiência, motivá-las, isso faz toda a diferença. Tento transmitir confiança, digo para elas focarem no potencial de cada uma", disse a atleta.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: