Domingo, 22 de Setembro de 2019

O Repórter

Sequestrador de ônibus da Ponte Rio-Niterói morreu após tiros no tórax e abdômen

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 22 de agosto de 2019 às 14:00
Reprodução
Willian sequestrou um ônibus na última terça-feira

RIO (OREPORTER.COM) - A necrópsia do corpo de Willian Augusto da Silva, de 20 anos, mostra que a morte dele foi causada por dois disparos. De acordo com informações do canal Globo News, o laudo do Instituto Médico Legal indica que "ferimentos transfixantes" no tórax e abdômen ocasionaram hemorragia interna.

Willian sequestrou um ônibus na manhã da última terça-feira (20), deixando 39 pessoas reféns. Ele foi morto por atiradores de elite do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar, estratégicamente posicionados em torno do veículo. O ônibus ficou parado na Ponte Rio-Niterói por cerca de quatro horas, no sentido Rio de Janeiro.

De acordo com o laudo, Willian foi atingido por seis tiros, também atingindo o braco e atebraço esquerdos, além da perna esquerda. O corpo teve oito perfurações, mas os outros dois são referentes à entrada e saída dos projéteis.

A Delegacia de Homicídios segue investigando o caso para verificar se havia a participação de outras pessoas no crime.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: