Segunda, 30 de Novembro de 2020

O Repórter

Sesc RJ Flamengo vence o Pinheiros e segue invicto na Superliga Feminina

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 18 de novembro de 2020 às 00:40 (Atualizada em 18 de novembro de 2020 às 05:48)
Ricardo Bufolin/ECP

SÃO PAULO (OREPORTER.COM) - O Sesc RJ Flamengo fez seu primeiro jogo fora de casa na Superliga Feminina de Vôlei. Diante do Pinheiros, em São Paulo, o time comandado pelo técnico Bernardinho fez um bom começo e abriu 2 sets a 0. No terceiro, o adversário reagiu, mas o a equipe carioca conseguiu garantir a vitória por 3 sets a 0 (25-10, 25-14 e 27-25). 

Com o resultado, o Sesc RJ Flamengo segue invicto na competição. São três vitórias em três jogos, com apenas um set perdido. 

Alevantadora Juma foi eleita a melhor em quadra. Única na posição no elenco rubro-negro que estava em São Paulo, já que Fabíola está em quarentena após testar positivo para COVID-19, ela deu um susto em todos após emplacar uma sequência de saques no início do jogo. Com um mal-estar, recebeu breve atendimento, mas seguiu firme para ajudar a equipe. Mesmo sem estar no seu melhor. “Ali bateu um desespero porque sabia que só tinha eu. No início do jogo comecei a passar mal, sentindo muito enjoo. Ainda estou sentindo, na verdade. Mas dei uma respirada e segui adiante”, revelou Juma.

Sobre a atuação da equipe, a levantadora acredita que o saque eficiente, principalmente nas duas primeiras parciais, fez a diferença. “Não esperávamos uma vantagem tão grande. Conseguimos impor nosso ritmo desde o início, com um bom saque. E elas acabaram acionando muito pouco as centrais, o que nos ajudou bastante. Fico feliz com o reconhecimento e o troféu, mas não foi uma boa atuação só minha. Foi uma vitória do conjunto”, analisou.

Falando em conjunto e união, a capitã do Sesc RJ Flamengo aproveitou para enaltecer o empenho e entrega de todas as jogadoras do elenco, que tem sofrido muito com desfalques. Ao todo, foram sete baixas na partida desta sexta: Fabíola, Sabrina e Roberta, com COVID-19, Lorenne, Ariele, Camila e Natinha, lesionadas.

“Vencer hoje, aqui, fora de casa, diante de uma equipe como o Pinheiros, que sempre dificulta e tem um grande volume de jogo, foi muito importante. Ainda mais em um momento como o que estamos vivendo. Tivemos muitas baixas e mostramos a força do grupo. Com essa pandemia, sabemos que esse tipo de coisa pode acontecer e todas precisam estar preparadas para fazer o seu melhor quando for necessário. E é isso que temos mostrado. A adaptação da Aninha hoje na saída de rede, uma jogadora tão jovem, a Gabiru, experiente, sempre entrando muito bem, a Juma, que assumiu o time com a saída da Fabíola e soube controlar o ritmo com tranquilidade. Tudo isso é fundamental para nosso crescimento como grupo”, finalizou Amanda.

Na próxima rodada, o Sesc RJ Flamengo terá pela frente o Curitiba Vôlei, no sábado (21), às 19h, no Ginásio Helio Maurício, na Gávea.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: