Sábado, 04 de Julho de 2020

O Repórter

Shooto Brasil 98 tem disputa interina de super-palhas como atração principal

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 23 de novembro de 2019 às 06:00 (Atualizada em 23 de novembro de 2019 às 06:43)
Marcell Fagundes/Divulgação
Yan e Puro Osso se enfrentam no Shooto Brasil

RIO (OREPORTER.COM) - O  Shooto Brasil realiza seu evento de número 98 na noite deste sábado (23), no Rio de Janeiro. Pela divisão dos super-palhas (até 54,4kg) Yan Teixeira e Dôglas Puro Osso se enfrentam na luta principaç valendo o cinturão interino, já que o campeão Gilberto Cangaceiro não pôde lutar devido a uma lesão. O card conta ainda com a presença de Wendell Negão, atleta com passagem pelo UFC e muita rodagem no MMA nacional. Ele encara Luis Felipe Dias em duelo pela divisão dos meio-médios (até 77,1kg).

O aquecimento para o show aconteceu na manhã desta sexta-feira, dia 22, com a pesagem oficial comandada pela CABMMA (Comissão Atlética Brasileira de MMA). Os dois representantes do embate mais esperado do Shooto Brasil 98 não tiveram problemas com a balança. Yan Teixeira e Dôglas Puro Osso marcaram 53,7kg e 54,4kg, respectivamente e confirmaram a disputa pelo título interino. Wendell Negão e Luis Felipe Dias também ficaram dentro do limite da divisão dos meio-médios.

Na luta principal do Shooto Brasil 98 o título interino dos super-palhas estará em jogo. O campeão Gilberto Cangaceiro não pôde atuar devido a uma lesão e abriu brecha para a disputa interina. De um lado estará o carioca Yan Teixeira, dono de um cartel de sete lutas e uma vitória. O curioso é que metade dos duelos, inclusive a única derrota, foram no Shooto. Seu adversário é o baiano de Feira de Santana Dôglas Puro Osso. E ele tem um cartel pouco mais modesto, mas muito parecido com de Yan. São cinco vitórias e uma derrota em seis lutas disputada na carreira.

No co-main event a presença de um nome muito carimbado no cenário nacional. O carioca Wendell Negão, de 36 anos e com longo currículo no MMA, incluindo uma passagem pelo UFC, retorna ao Shooto onde atuou pela última vez em 2007. Wendell, que soma 31 vitórias e 13 derrotas na carreira, esteve presente na primeira edição do evento, em 2006. Seu oponente é o paulista Luis Felipe Dias, que vem de vitória em sua estreia no Shooto na última edição, de número 97. Na carreira, ele soma dez vitórias e três derrotas e vem embalado por uma sequência de três triunfos consecutivos.

O card conta ainda com outras dez lutas entre muitas promessas e atletas experientes. Quem chama atenção é Renan Barão, mas não é o potiguar ex-campeão do UFC. Esse Renan está estreando no MMA e encara Carlos Vera.

Shooto Brasil 98 - Card principal
Local: ViVi Arena. no Rio de Janeiro (RJ)

Até 54,4kg: Dôglas Puro Osso (54,4kg) vs Yan Teixeira (53,7kg)

Até 77,1kg:Luis Felipe Dias (76,8kg) vs Wendell War Machine (77,5kg)

Até 61,2kg: Jonas Diabo Loiro (61,6kg) vs Humberto Rangel Junior (61,6kg)

Até 61,2kg: Marcos Cordeiro (60,9kg) vs Samuel Midas (59,6kg)

Até 61,2kg: Erick Visconde (61,6kg) vs Alberto "Strike" Pantoja (61,5kg)

Até 104kg: Alan Madal Vieira (103,5kg) vs Lucas Camacho (102,6kg)

Até 54,4kg: Vinicius Ferreira (54,7kg) vs Yan Ferraz (54kg)

Até 48kg: Aline Pires (48kg) vs Nathielly Macuxi (48kg)

Até 61,2kg: Derick "DK" Borges (61,1kg) vs Matheus Camilo (61,2kg)

Até 63,5kg: Luis Felipe de Oliveira (64,3kg) vs Marcos Novais (63,7kg)

Até 61,2kg: Renan Barão (65,4kg) vs Carlos Veras (61,1kg)

Até 56,7kg: Vanessa Marituba (57,2kg) vs Thalita Soares (57,2kg)

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: