Quarta, 01 de Dezembro de 2021

O Repórter

Tensão marca fim de encontro de jovens pelo clima em Milão

Manifestantes interromperam discurso do premiê Mario Draghi

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação - 30 de setembro de 2021 às 10:05 (Atualizada em 30 de setembro de 2021 às 10:06)
Ansa
Draghi se encontra com Greta Thunberg, Vanessa Nakate e Martina Comparelli em Milão

MILÃO (ANSA) - Momentos de tensão marcaram nesta quinta-feira (30) o encerramento da Youth4Climate, conferência climática com 400 jovens de todo o mundo realizada em Milão, na Itália.

Iniciado na última terça (28), o evento foi organizado pelo governo italiano para formular propostas para a pré-COP26, reunião preparatória para a cúpula climática de Glasgow e que começa nesta quinta, também na capital da Lombardia.

O encerramento da Youth4Climate e a abertura da pré-COP coincidiram no Centro de Convenções de Milão (MiCo), mas manifestações da juventude deixaram claro que suas demandas ainda estão longe de ser atendidas pelos líderes políticos.

Um discurso do primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, chegou a ser interrompido brevemente por um grupo de ativistas climáticos que gritavam "O povo unido jamais será vencido". Os sete manifestantes estavam credenciados para a Youth4Climate e foram afastados pelos seguranças.

Do lado de fora, jovens tentavam bloquear os acessos ao centro de convenções e chegaram a entrar em confronto com a polícia. "Milão bloqueia quem devasta o planeta", dizia uma faixa levada pela organização ambientalista Climate Justice Platform (Plataforma de Justiça Climática).

"Estamos ouvindo"

Em seu discurso nesta quinta-feira, Draghi rebateu, ainda que de forma indireta, a declaração da ativista sueca Greta Thunberg de que eventos como a Youth4Climate servem apenas para os líderes políticos "fingirem" que estão dando atenção aos jovens.

"Devemos agir agora. Estou convencido de que temos muito a aprender com suas ideias, com suas sugestões e sua liderança. Sua mobilização teve grande impacto, e podem ter certeza: nós estamos ouvindo", garantiu o premiê italiano.

Draghi ainda disse que o "blá-blá-blá", termo usado por Greta em seu discurso na Youth4Climate, é apenas uma "maneira de esconder nossa incapacidade de agir". "Mas quando há essas transformações, é preciso convencer as pessoas de que a ação é necessária, e minha sensação é de que os líderes dos governos estão todos convencidos", acrescentou.

Ainda antes do pronunciamento desta quinta, o primeiro-ministro teve um encontro de cerca de meia hora com Greta e as ativistas Vanessa Nakate, de Uganda, e Martina Comparelli, da Itália. Ao entrar na reunião, as jovens estenderam uma faixa com os dizeres "Um outro mundo é necessário".

"Vamos ver no G20 [no fim de outubro, em Roma]. Draghi sabe o que pensamos, mas é preciso agir", disse a ativista italiana após o encontro.

Conclusão

O documento final da Youth4Climate apresentado aos ministros da pré-COP26 lista uma série de cobranças para os líderes políticos, como a inclusão dos jovens nas decisões sobre a crise climática, fechamento das indústrias de combustíveis fósseis até 2030 e a criação de sistemas educacionais que aumentem a consciência ambiental das pessoas, levando em conta as culturas indígenas.

Essa última proposta é a principal bandeira da delegação brasileira na Youth4Climate, formada pelos ativistas Eduarda Zoghbi, Eric Marky e Paloma Costa. "Pedimos ações climáticas enraizadas na justiça social", disse um dos relatores do documento, o francês Nathan Metenier.

Os jovens também exigem ajudas aos países mais pobres contra a crise climática, um sistema financeiro responsável e transparente, a regulamentação rígida das emissões de carbono, oportunidades iguais para pessoas de todos os gêneros, idades e classes sociais e o reconhecimento do impacto do turismo no clima.

A reunião ministerial da pré-COP26 termina no próximo dia 2 de outubro, enquanto a cúpula climática da ONU acontece no início de novembro, em Glasgow.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: