Sexta, 18 de Outubro de 2019

O Repórter

Tite retruca críticas de Messi na Copa América e evita falar de Bolsonaro

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Ralph Guichard - 07 de julho de 2019 às 22:01
Alex de Souza/OReporter.com

RIO (OREPORTER.COM) - Mesmo pressionado ao longo de grande parte da competição, Tite chegou ao título da Copa América com a seleção brasileira. E embora o clima esteja mais ameno, com a alegria pela conquista, após ter vencido o Peru, neste domingo (7), no Maracanã, o treinador não deixou de retrucar as críticas do argentino Messi, que afirmou no sábado (6) que a competição já estava "armada" para que o Brasil vencesse.

"Aquele que eu citei como um jogador extraordinário precisa ter um pouco mais de respeito e aceitar quando é vencido. Nós fomos prejudicados em uma série de jogos, inclusive na Copa do Mundo. Ele precisa ter um pouco mais de cuidado", ressaltou.

Além disso, o sentimento positivo da vitória não fez com que Tite poupasse críticas à arbitragem. O treinador demonstrou muita insatisfação tanto com a marcação do pênalti de Thiago Silva quanto à expulsão de Gabriel Jesus.

"Um árbitro totalmente pressionado e descriterioso. Não foi pênalti. É um erro crasso que não pode acontecer em um jogo de tamanha importância", reclamou.

Apesar da conquista, Tite vai ter trabalho para reconstruir a comissão técnica. O antigo auxiliar Sylvinho saiu às vésperas do torneio para assumir o cargo principal no Lyon, da França. Agora, também se despedem o analista de desempenho Fernando Lázaro e o coordenador Edu Gaspar. O treinador, no entanto, ainda não sabe como vai lidar com essa situação:

"Eu não consigo ver trabalho dissociado de família. A gente fica tão envolvido que nem consegue ouvir crítica ou elogio. Eu confesso que nem pensei sobre essa situação ainda", ressaltou.

Ao final da entrevista, um questionamento sobre a presença do presidente Jair Bolsonaro em campo durante a final chegou a causar um pequeno mal-estar com a organização, que tentou impedir a resposta. Após reclamações dos jornalistas, a pergunta foi autorizada, mas, Tite se limitou a dizer que só falaria sobre futebol, argumento repetido quando perguntado se ficou constrangido ao cumprimentá-lo no pódio.

A conquista da Copa América foi o primeiro título de Tite com a seleção brasileira.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: