Sábado, 16 de Novembro de 2019

O Repórter

UFC: Chris Weidman leva nocaute de Dominick Reyes na estreia nos meio-pesados

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 19 de outubro de 2019 às 11:00 (Atualizada em 19 de outubro de 2019 às 13:06)
Divulgação/UFC
Reyes atropelou Weidman no primeiro assalto

BOSTON, EUA (OREPORTER.COM) - Ex-campeão dos médios do Ultimate Fighting Championship, o americano Chris Weidman buscava um recomeço na carreira ao subir de categoria e ir para os meio-pesados. No entanto, ele recebeu um belo "cartão de visitas" ao ser derrotado pelo compatriota Dominck Reyes na luta principal do UFC on ESPN 6, realizado na madrugada deste sábado (19), no TD Garden, no estado norte-americano do Massachusetts.

O combate durou apenas um minuto e 43 segundos. Weidman partiu para o ataque, mas se deu mal ao tentar a queda e acabou ficando em desvantagem nas grades. Com isso, Reyes aplicou os golpes necessários para levar a luta por nocaute.

Weidman, de 35 anos, não está em um bom momento desde que perdeu o cinturão dos médios. Nas últimas seis lutas, foram cinco derrotas - a última vitória foi em 2017, contra Kevin Gastellum. Por sua vez, Reyes, de 29 anos, segue invicto com 12 vitórias na carreira.

No co-main event da noite, o mexicano Yair Rodríguez se reencontrou com o americano Jeremy Stephens após ter levado uma dedada acidental no rosto no último encontro entre os dois, em setembro deste ano, frustrando o público que foi ao México na ocasião, pois a luta terminou em no contest. Dessa vez, Rodríguez fesz uma boa exibição e venceu o duelo por um tirplo 29-28 dos jurados.

Curiosamente, o evento teve um no contest. O americano Greg Hardy derrotou o australiano Ben Sosoli por um triplo 29-28, mas o resultado foi anulado devido ao uso de um inalador por Hardy. A tal "bombinha de asma" foi utilizada no intervalo do segundo para o terceiro assalto. Segundo a equipe do lutador, o uso teria sido autorizado já que o competidor tem asma. No entanto, a Comissão Atlética de Massachusetts negoi o fato e anulou o resultado da luta.

O UFC on ESPN 6 não teve a participação de lutadores brasileiros.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: