Sexta, 03 de Dezembro de 2021

O Repórter

UFC: Marina Rodriguez domina e vence Michelle Waterson

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 09 de maio de 2021 às 01:29 (Atualizada em 09 de maio de 2021 às 03:44)
Divulgação/UFC
Marina Rodriguez foi superior na luta contra Michelle Waterson

LAS VEGAS, EUA (OREPORTER.COM) - A brasileira Marina Rodriguez enfrentou uma verdadeira saga antes de encarar Michelle Waterson pelo UFC on ESPN 24, neste sábado (8). Com o cancelamento do duelo entre  TJ Dillashaw e Cory Sandhagen, ela decidiu encarar o desafio faltando 11 dias para o evento. A lutadora conseguiu superar os trâmites burocráticos para a viagem e chegou a Las Vegas na véspera da pesagem. O esforço deu resultado, pois ela venceu a norte-americana por decisão do júri.

Ambas as lutadoras são da categoria palhas (até 52kg), mas acabaram lutando pela categoria de moscas (até 57kg) após Marina aceitar o convite em cima da hora. A brasileira começou bem a luta, impondo um bom ritmo de golpes para cima da americana nos dois primeiros rounds. Já no terceiro, os chutes entraram, balançando a oponente.

Michelle Waterson tentou uma reação e conseguiu uma queda no quarto round, mantendo a posição. No quinto assalto, a americana conseguiu chutes altos, mas a brasileira soube controlar a situação e encaixou os seus golpes. Ao fim da luta, vitória por decisão unânime para a brasileira (48–47, 49–46, 49–46).

O resultado é a segunda vitória consecutiva da brasileira no UFC. Em janeiro deste ano, ela havia vencido Amanda Ribas por nocaute técnico, resultado que garantiu a performance da noite.

Co-main event

O veterano norte-americano Donald Cerrone não resistiu a Alex Morono e acabou nocauteado no primeiro round. Foi a quinta derrota do lutador de 38 anos em seis lutas. Já Morono recuperou-se da derrota sofrida contra Anthony Pettis em dezembro do ano passado.

Mais brasileiros

Marcos Pezão derrotou Maurice Greene por decisão unânime do júri (30-26, 30-26 e 30-27). A vitória do brasileiro veio com golpes na curta distância e um bom jogo de quedas, que evitou a reação do adversário.

Já Carlos Diego Ferreira acabou nocauteado por Gregor Gillespie aos 4m51s do segundo round.

O evento teria a presença de Amanda Ribas, que enfrentaria Angela Hill. Entretanto, a brasileira tesou positivo para a Covid-19 e foi retirada do card.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: