Terça, 22 de Outubro de 2019

O Repórter

Conmebol responde acusação de Messi: 'É inaceitável'

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação.. - 07 de julho de 2019 às 00:24 (Atualizada em 07 de julho de 2019 às 15:11)
William Lucas/CA2019
LIonel Messi foi expulso da partida contra o Chile

RIO (OREPORTER.COM) - A Conmebol divulgou uma nota oficial depois que o atacante argentino Lionel Messi disse que a Copa América estava "armada" para o Brasil ganhar. O jogador se recusou a participar da cerimônia de premiação pelo terceiro lugar do time albiceleste e ainda afirmou que não quer "ser parte desta corrupção".

Em resposta, a entidade sul-americana não citou o nome do argentino, mas afirmou que tais acusações são uma "falta de respeito à competição" e que um dos pilares do fair play é "aceitar os resultados com lealdade e respeito".

Lionel Messi foi expulso durante o jogo da Argentina contra o Chile, na Arena Corinthians. A equipe albiceleste venceu por 2 a 1, fechando a disputa em terceiro lugar.

Leia a nota divulgada pela Conmebol:

"No futebol às vezes se ganha e às vezes se perde, e um pilar fundamental do fair play é aceitar os resultados com lealdade e respeito. O mesmo ocorre para as decisões arbitrais, que são humanas e sempre serão perfectíveis.

É inaceitável que em função de incidentes próprios da competição, que contou com 12 seleções em igualdade de condições, se lancem acusações infundadas que faltam com a verdade e põem em discussão a integridade da Copa América.

Tais acusações representam uma falta de respeito à competição, a todos os futebolistas participantes e às centenas de profissionais da Conmebol, instituição que desde 2016 vem trabalhando incansavelmente pela transparência, profissionalização e desenvolvimento do futebol sul-americano."

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: